Comunidades

 Os “Cândido”

Temos realizado um levantamento histórico sobre as famílias que povoaram o local, na intenção de preservar costumes locais, que muitas vezes são de reconexão com a natureza. Ainda vamos continuar pesquisando, mas por enquanto vamos falar sobre uma família muito importante para o desenvolvimento da região, os “Cândido”.

Um importante fazendeiro da cidade de Formiga, Florêncio Cândido, veio para estes lados de cá a procura de aumentar a sua fortuna e suas terras. Quando aqui chegou, trouxe muitos escravos de sua cidade e começou a tomar posse das propriedades. Naquele tempo, a lei era feita na base do rifle e do facão, e o Florêncio Cândido expulsou muitas famílias que viviam no Chapadão (área onde fica a parte desapropriada do Parque da Canastra). Ele chegou a ser dono do Chapadão inteiro, do popular vão dos Cândidos, que liga a Serra da Canastra à Serra da Babilônia e mais algumas terras ao pé da Serra. Seu filho, Cândido Florêncio, assumiu os negócios do pai e a família possuía muitos escravos e fortuna.|

Foram os escravos dos Cândido que construíram muitos dos muros de pedra que podem ser avistados na Canastra, além da Garagem de Pedras, do Retiro de Pedras e do Curral de Pedras. A fartura de terras da família Cândido foi sendo dividida entre as gerações, e até hoje muitos descendentes ainda habitam a região. A descendente direta desta família é vizinha do Santuário, a Aparecida Nogueira Nunes Cândido, tataraneta do Florêncio Cândido.

Podemos ver o bisavô, Cândido Florêncio com a sua enorme família e na outra foto o avô Antônio Cândido com os filhos. Ali na Serra da Canastra a história conversa com os seus visitantes e achamos uma casa construída pelo sr. Antônio Cândido há mais de 150 anos, na região da Serrinha, que fica de frente para a face norte da Serra da Canastra.  

Resgatar a História

Ainda vamos continuar resgatando a história cultural deste povo tão rico e sábio, moradores e amantes da majestosa Serra da Canastra..